Hábitos peculiares do grupo podem fornecer dados importantes sobre como nosso sistema digestivo se desenvolveu.

Os Hadza são um grupo étnico que habita há aproximadamente 40 mil anos o Grande Vale do Rift, perto das planícies de Serengeti, na Tanzânia. Um censo de 2009 determinou que o grupo é formado por cerca de mil pessoas, das quais 30% continuam subsistindo à base da caça e da coleta de frutos e tubérculos, assim como faziam os primeiros seres humanos.

001 2 - A tribo africana que vive até hoje como os humanos de 40 mil anos atrás

A tribo não pratica a agricultura nem a pecuária, e é exatamente essa particularidade que levou um grupo de cientistas a pesquisar a composição bacteriana de seus intestinos. Esse estudo poderá fornecer explicações fundamentais para entender como o sistema digestivo humano se desenvolveu.

002 2 - A tribo africana que vive até hoje como os humanos de 40 mil anos atrás

A dieta variada dos hadza, composta principalmente por bagas, tubérculos e carne de animais selvagens faz com que seu microbioma (comunidade bacteriana que, em uma pessoa adulta, pode pesar até 2 kg) seja muito mais variado que o de outros grupos étnicos. Esse dado é essencial para determinar qual é a dieta adequada para os seres humanos, uma vez que os micro-organismos desempenhariam um papel fundamental na formação do sistema imunológico.

Comentários

Comentários

Share.