A espaçonave Soyuz 1 não tinha condições de operar. Qualquer técnico que se opusesse ao seu lançamento, contudo, era demitido, rebaixado ou transferido de cargo. Afinal, o orgulho da União Soviética estava em jogo.

Sendo assim, a nave seria lançada em 23 de abril de 1967, durante uma comemoração dos 50 anos da Revolução Russa. No espaço, a sonda seria conectada a outra e trazida novamente à Terra, em uma demonstração do poder espacial da União. O escolhido para ter a “honra” de pilotá-la era ninguém menos que Yuri Gagarin, conhecido como o primeiro homem a viajar ao espaço.

Seu amigo Vladimir Komarov, também cosmonauta, porém, estava disposto a ir em seu lugar, mesmo sabendo que dificilmente sobreviveria. Dito e feito: Komarov embarcou na Soyuz 1, que teve falhas críticas em seu sistema e caiu pouco tempo depois de ser lançada. O sistema de paraquedas falhou, e, naturalmente, o piloto não sobreviveu.

vladimir komarov theginpalace com 2 - Vladimir Komarov, o astronauta que se jogou no espaço para salvar o amigo

Há boatos de que a convocação de Gagarin para pilotar a espaçonave teria sido algo meramente burocrático, e que o governo não colocaria em risco a vida de um herói nacional. A pobreza de registros soviéticos, no entanto, nos impede de saber se isso era realmente verdade ou não. Por ironia do destino, o próprio Gagarin morreu no ano seguinte, vítima de um acidente de carro.

Comentários

Comentários

Share.