Na década de 1940, engenheiros alemães projetaram um avião que, hoje, mais de 70 anos depois, inspiraria norte-americanos no desenvolvimento de um caça-bombardeiro de sexta geração.

Alguns meses atrás, os EUA apresentaram o projeto de seu caça-bombardeiro de sexta geração, desenvolvido pela empresa Northrop Grumman, um avião supersônico que substituirá os atuais Lockheed Martin F22 Raptor, Boeing F-15C Eagle e Boeing F/A18E/F Super Hornet.

O curioso é que o design inovador, em seu conjunto, e especialmente a aplicação do conceito da asa voadora, é herança direta das ideias revolucionárias introduzidas pelos engenheiros alemães que trabalharam para o Terceiro Reich, há mais de 70 anos.

12d8df7d7686929b6b3a76b8bba2d194 - Antiga tecnologia nazi inspira novo caça-bombardeiro dos EUA

O conceito de asa voadora é uma verdadeira genialidade da engenharia espacial, que permite uma configuração incrivelmente superior das qualidades aerodinâmicas do avião, ajudando a reduzir seu peso e o tornando menos visível à visão de qualquer radar.

Os primeiros a conseguir grandes avanços com a introdução da asa voadora foram os irmãos Walter e Reimar Horten, durante o regime nazista na Alemanha. Foi assim que nasceu o bombardeiro experimental YB35 na década de 40, que acabou sendo o antecessor do bombardeiro estratégico americano B2, criado nos anos 80.

Comentários

Comentários

Share.