Um grupo de pesquisadores do St. Jude Children’s Research Hospital (Tennessee, EUA) acaba de descobrir o neurotransmissor que poderá aliviar o sofrimento daqueles que “ouvem vozes”. A descoberta não causa os efeitos colaterais provocados pelos psicofármacos prescritos atualmente.

Stanislav Zajárenko, responsável pelo trabalho recentemente publicado na revista “Nature Medicine”, explica que foram pesquisados ratos com a mutação 22q11DS (a mesma que, em humanos, atribui-se a alucinações auditivas). Desse modo, eles conseguiram identificar o mecanismo-chave na transferência de informações entre as regiões do cérebro envolvidas no processamento de som.

ouvir - Centistas descobrem como silenciar as vozes do além

Os cientistas estão entusiasmados com a descoberta e acreditam que isso permitirá desenvolver novos remédios capazes de neutralizar “as vozes da mente”. Vale destacar que a descoberta acontece em um momento de questionamento profundo da psiquiatria clássica, no qual usuários e profissionais da saúde denunciam a gravidade dos efeitos adversos causados pelos remédios psiquiátricos, receitados até mesmo para crianças menores de 5 anos.

Comentários

Comentários

Share.