Pesquisadores da Icahn Escola de Medicina Monte Sinai, em Nova York, encontraram 13 indivíduos que poderão reunir em suas células o segredo da imunidade a muitas doenças.

Os cientistas foram atrás de indivíduos com mutações genéticas causadoras de doenças graves, mas, que, por outro lado, não sofressem nenhuma afecção, com o objetivo de verificar se existem pessoas ultrarresistentes e qual seria o motivo.  Esse é apenas o primeiro passo previsto no Resillence Project, iniciativa que investiga novos tratamentos para doenças graves.

Por isso, os pesquisadores analisaram os dados genéticos de quase 600 mil pessoas, para saber mais sobre as mutações de 874 genes relacionados a doenças graves desde a infância.

genetica - Cientistas descobrem 13 pessoas excepcionais, blindadas contra doenças genéticas

Os 13 indivíduos encontrados são imunes à fibrose cística, uma doença autoimune, entre muitas outras afecções da pele.  Todavia, há um problema importante: os pesquisadores não conseguiram determinar que pessoas são essas, dadas as regras de confidencialidade que impendem o contato com os pacientes das amostras.

Comentários

Comentários

Share.