Uma equipe de arqueólogos britânicos relevou em quanto tempo o fogo destruiu a cidade de Megido, que, segundo relatos biblícos, será o palco do Armagedom, a batalha entre as forças da luz contra as das trevas.

A cidade-estado que ficava em uma colina, hoje no norte de Israel, foi consumida há 3 mil anos por um grande incêndio. Segundo a pesquisa conduzida por Mathilde C.L. Forget e Ruth Shahack-Gross, Megide foi abaixo em, no máximo, três horas. Nessa região, os primeiros assentamentos se desenvolveram há 6 mil anos e, com o tempo, se multiplicaram até transformarem o local em uma cidade importantíssima da Antiguidade e do Oriente Médio.

Embora os estudiosos não tenham conseguido identificar por que a cidade queimou tão rápido, eles concluíram que os edifícios, com telhados de palha e vigas de madeira e tecidos, alimentaram um fogo incontrolável. Para o estudo, foram elaborados tijolos de areia, palha e água, assim como os que eram feitos naquela época.

christ on the mount of olives and the angel with the cup of suffering - Cientistas revelam como desapareceu a cidade bíblica do Armagedom

Eles, então, foram colocados em um forno a 600°C, que é a temperatura a que teria chegado o fogo, e, desse modo, descobriu-se que é possível que a cidade tenha sido reduzida às cinzas em apenas duas ou três horas. Segundo algumas interpretações da Bíblia cristã, será neste lugar onde ocorrerá o Armagedom, ou a batalha final entre as forças da luz, lideradas por Jesus, e as forças das trevas, do Anti-Cristo depois do Fim dos Dias. Megido foi foi declarada Patrimônio Mundial da Unesco em 2005.

Comentários

Comentários

Share.