Uma nova pesquisa publicada pelo site Neuron sugere que as lutas contra o esquecimento de algo, que travamos todos os dias, podem ser causadas por um mecanismo de segurança no cérebro, projetado para garantir que não fiquemos sobrecarregados com informações.

Em outras palavras, trata-se de um lado saudável do funcionamento do cérebro: isso pode aliviar a tensão caso você tenha uma mente muito ocupada, de modo que um simples ato de sempre se esquecer onde deixou as chaves de casa pode nos ensinar muito sobre o funcionamento do cérebro, algo que os cientistas ainda estão tentando desvendar.

De acordo com os dois pesquisadores da Universidade de Toronto no Canadá, a memória não se destina a ajudar a transmitir a informação mais precisa, mas sim a informação mais útil que pode nos ajudar a tomar decisões inteligentes no futuro.

111214 forgetful 850x476 - Esquecer coisas pode ser um meio de fazer você ficar mais inteligente

É importante que o cérebro esqueça detalhes irrelevantes e, em vez disso, se concentre nas coisas que vão ajudar a tomar decisões no mundo real, explica Blake Richards, um dos pesquisadores.

Richards e seu colega Paul Frankland analisaram artigos publicados anteriormente, com diferentes abordagens sobre a memória. Alguns examinaram a neurobiologia da lembrança, ou a persistência, enquanto outros examinavam a neurobiologia do esquecimento, ou a transitoriedade.

Nós encontramos muitas evidências da pesquisa recente de que existem mecanismos que promovem a perda de memória e que estes são distintos dos envolvidos no armazenamento de informações, diz Frankland .

CientistascriamtC3A9cnicaqueapagadeterminadosmedosdocC3A9rebro - Esquecer coisas pode ser um meio de fazer você ficar mais inteligente

Os pesquisadores encontraram evidências sobre a debilidade das conexões sinápticas entre neurônios que ajudam a codificar memórias, além dos sinais de que novos neurônios sobrescrevem memórias existentes, para torná-las mais difíceis de acessar.

Então, por que o cérebro passa um tempo tentando nos fazer esquecer das coisas? Richards e Frankland pensam que existem dois motivos. Um: esquecer ajuda-nos a nos adaptarmos às novas situações, deixando para trás lembranças de que não precisamos, por isso, se seu restaurante favorito se mudou para o outro lado da cidade, esquecer sua localização antiga ajudará você a se lembrar da nova.

EstudorevelaquepodemoslembrardefatosquenC3A3oaconteceram28229 - Esquecer coisas pode ser um meio de fazer você ficar mais inteligente

Em segundo lugar, o esquecimento nos permite generalizar eventos passados ​​para nos ajudar a tomar decisões sobre novos, um conceito conhecido como “inteligência artificial de regularização”. Se você se lembra da essência principal de suas visitas anteriores ao restaurante em vez de todos os pequenos detalhes, então é menos trabalho para o seu cérebro determinar como se comportar na próxima vez que entrar no estabelecimento.

Se você está tentando navegar no mundo e seu cérebro está constantemente trazendo várias memórias conflitantes, isso torna mais difícil para você tomar uma decisão informada, diz Richards .

Os pesquisadores também pensam que a quantidade de ligações que podemos fazer pode depender do meio ambiente, com um ritmo de mudança mais rápido, exigindo um ritmo mais rápido de esquecer também.

Um experimento mencionado no jornal Frankland mostrou um experimento com ratos procurando um labirinto. Quando a disposição do labirinto foi alterada, os ratos que foram drogados para esquecer a localização antiga encontraram o novo meio de sair dele mais rápido.

CientistasdescobremcomosilenciarasvozesdoalC3A9m - Esquecer coisas pode ser um meio de fazer você ficar mais inteligente

Não há dúvida de que esquecer as informações que precisamos lembrar muitas vezes é uma experiência frustrante, e talvez o sinal de problemas mais sérios, mas a nova pesquisa sugere que certo nível de esquecimento é, na verdade, um mecanismo embutido projetado para tornar mais útil a sua existência.

O ponto de memória é fazer de você uma pessoa inteligente que possa tomar decisões nas circunstâncias. E um aspecto importante em ajudá-lo a fazer isso é capaz de esquecer algumas outras informações, finaliza Richards.

Comentários

Comentários

Share.