Material pode ter aplicações tecnológicas incríveis.

No ano passado, duas equipes de cientistas conseguiram provar matematicamente a existência dos “Cristais do Tempo”, um material que teria a possibilidade não só de se repetir no espaço (a exemplo dos diamantes) como também no tempo.

Agora, duas pesquisas paralelas, da Universidade de Harvard e do Joint Quantum Institute, da Universidade de Maryland, nos EUA, conseguiram dar mais um passo nessa direção: eles criaram, utilizando métodos completamente diferentes, cristais de tempo. A descoberta prova que existe uma gama ampla de materiais inexplorados no espaço e que isso pode mudar o rumo da física moderna.

ampulheta 1 - Foi criado o primeiro cristal de tempo

Os cristais obtidos por ambas as equipes são a primeira amostra de matéria não equilibrada alcançada em laboratórios. Norman Yao, cientista da Universidade de Berkeley, explica que o que eles conseguiram até o momento foi estabelecer “a ponte entre a ideia teórica e a implementação experimental”.

Após esse primeiro passo, serão estudadas as possibilidades práticas de implementar esse novo tipo de material em tecnologias de última geração, como memórias incrivelmente estáveis para computadores quânticos.

Comentários

Comentários

Share.