Aparência alienígena ele já tinha, mas agora cientistas descobriram algo mais.

Um artigo publicado recentemente na revista Nature indica que o genoma dos polvos possui uma complexidade inédita em todo o reino animal. Os cientistas responsáveis pela pesquisa sequenciaram seu DNA e descobriram que ele conta com mais de 33 mil genes codificadores de proteínas, um número oito vezes maior que o de outros seres vivos.

Clifton Ragsdale, coautor do estudo e professor adjunto de Neurobiologia, Biologia de Organismos e Anatomia na Universidade de Chicago, nos EUA, explica: “o polvo parece ser completamente diferente de todos os outros animais, inclusive dos moluscos, com seus oito braços preênseis, seu cérebro grande e suas capacidades engenhosas de solucionar problemas”.

PolvosteriamDNAextraterrestre - Polvos teriam DNA extraterrestre

Martin Wells, biólogo britânico falecido, havia afirmado há anos que, por causa de suas características raras, o polvo era um extraterrestre. Ragsdale faz piadas a respeito: “Nesse sentido, então, nosso artigo descreve o primeiro genoma sequenciado de um extraterrestre”.

A análise genética detalhada do polvo abre muitas perguntas. Os pesquisadores acreditam que, nos próximos anos, seu estudo contribuirá com dados importantes para a compreensão do desenvolvimento da vida na Terra.

Comentários

Comentários

Share.