A descoberta, do século II a.C, poderá ser vista de perto pelos clientes da rede de fast-food.

Em Marino, na Itália, a poucos metros da Via Appia, a reforma de um edifício para a abertura de uma loja do McDonald’s revelou uma descoberta surpreendente: um trecho de 45 metros de comprimento e 2 metros de largura de uma rua romana do século II a.C., em excelente estado de conservação. A rua, segundo os especialistas, teria sido uma extensão da Via Appia e provavelmete era usada para dar acesso à residência de algum nobre da antiga região de Bovillae.

A Superintendência Arqueológica da Área Metropolitana de Roma, Viterbo e Etrúria Meridional assumiu as obras e contou com o financiamento do McDonald’s Italia (de 30 milhões de euros) para a criação de um museu subterrâneo gratuito, que funcionará debaixo da cadeia de fast-food, enquanto uma estrutura em forma de ponte permitirá ver a rua a partir das mesas da lanchonete.

23Italy master768 - Tesouro arqueológico é encontrado embaixo de Mc Donald na Itália

No canal lateral da rua foram encontrados três esqueletos masculinos sepultados, além de outros restos humanos a alguns metros de distância. Acredita-se que a rua deixou de ser utilizada em algum momento e cadáveres começaram a ser despejados lá. Um dos esqueletos tinha um Óbolo de Caronte que data dos séculos II e III d.C. na sua boca: a moeda que os mortos pagavam ao barqueiro de Hades.

Comentários

Comentários

Share.