Um impressionante friso maia de 1400 anos, em uma pirâmide na Guatemala, é considerado um dos mais “espetaculares já vistos até agora”.

A obra, decorada com imagens de deuses e governantes e uma longa inscrição, está em um sítio arqueológico em Holmul, a cerca de 600 quilômetros ao norte da capital da Guatemala.

Com oito metros de comprimento e dois de largura, a peça inclui três figuras principais, “vestindo ricos adornos com penas de quetzal (ave símbolo nacional) e jade, sentados sobre as cabeças dos monstros witz (colina)”, descreveu Francisco Estrada-Belli, diretor do projeto arqueológico, segundo o site da BBC.

figure8 anya southside frieze - Uma das esculturas maias mais espetaculares já vistas foi encontrada na Guatemala

O personagem principal foi identificado como Och Chan Yopaat. Da boca do monstro central saem duas serpentes emplumadas das quais emergem os ancestrais e as colinas laterais. Estrada-Belli disse que é provável que a obra represente a coroação de um novo rei em torno do ano de 590 d.C, durante o período clássico da civilização maia.

É uma das coisas mais incríveis que eu já vi. Trata-se de uma descoberta extraordinária, uma obra de arte que também nos traz muitas informações sobre a função e o significado da construção, afirmou o pesquisador.

Comentários

Comentários

Share.