WikiLeaks denunciou várias ferramentas utilizadas pela CIA para invadir conexões sem fio.

Na mira da agência americana de espionagem, estão computadores com sistema operacional Windows, aparelhos da Apple e televisores Samsung, entre outros. Agora, o site, especializado em divulgar vazamentos, revelou a existência de um malware que a CIA utiliza para espionar a localização geográfica de qualquer computador conectado a uma rede Wi-Fi.

wikileaks - Wikileaks detecta malware que CIA que espiona qualquer aparelho conectado ao WI - FI

A denúncia vem acompanhada por um manual do usuário do ELSA, um software malicioso através do qual a CIA é capaz supostamente de registrar as localizações dos seus alvos mediante uma conexão de internet sem fio. Após conseguir invadir um determinado equipamento, o ELSA aproveita várias vulnerabilidades do sistema para registrar o identificador ESS, o endereço MAC e, inclusive, a força do sinal em intervalos regulares.

Para realizar a coleta de dados, a máquina de destino não precisa estar online ou conectada a um ponto de acesso; deve apenas ser executada com um aparelho Wi-Fi habilitado, afirmou o WikiLeaks.

Comentários

Comentários

Share.